Saltar para o conteúdo principal

"Partilhamos"

Novembro 2022

Setor Infantil e Juvenil

Trava-Línguas
             
A 13 de novembro assinala-se o Dia Internacional do Trava-Línguas. O trava-línguas é uma expressão popular que consiste em dizer, com clareza e rapidez, sem "travar a língua”, versos ou frases com grande concentração de sílabas difíceis de pronunciar, ou de sílabas com os mesmos sons, mas em ordem diferente.

É um jogo verbal que faz parte da nossa herança cultural e aperfeiçoa a pronúncia, a dicção e a articulação de palavras, podendo constituir um recurso educativo para trabalhar a oralidade das crianças e uma brincadeira pedagógica divertida em ambiente familiar ou de sala de aula. A linguagem poética e o sentido de humor são as marcas destes textos ou frases.

"O rato roeu a rolha da garrafa de rum do rei da Rússia.”

"Num ninho de mafagafos, cinco mafagafinhos há! Quem os desmafagafizá-los, um bom desmafagafizador será!”

"Trazei três pratos de trigo para três tigres tristes comerem.”

Setor Adulto

Agustina Bessa-Luís - Centenário

Maria Agustina Ferreira Teixeira Bessa nasceu em Vila Meã, Amarante, em 1922. Teria completado 100 anos de idade no dia 15 de outubro.

Na cerimónia pública de abertura das comemorações do centenário e homenagem à escritora, presidida pelo Presidente da República, foi evocado o seu singular legado cultural. Nas palavras de Marcelo Rebelo de Sousa, que destacou a sua independência, o seu amor a Portugal e a sua ligação às raízes, ela "vibrava com aquilo que era o interesse nacional, vibrava com aquilo que considerava fundamental para a comunidade”.

Agustina Bessa-Luís residiu grande parte da sua vida na cidade do Porto e noutros concelhos do norte do país. Estes lugares serviram muitas vezes de inspiração à construção de narrativas dos seus livros, o que levou a criar os "lugares de Agustina”.

Estreou-se nas lides literárias com 26 anos, completando desde então a publicação de meia centena de obras. Os seus primeiros livros foram elogiados muito cedo por autores consagrados como Aquilino Ribeiro, Ferreira de Castro e Vitorino Nemésio. Mais tarde, teve relações próximas com grandes escritores do panorama nacional e estrangeiro, tendo sido alvo de várias distinções. Foi membro da Academia Brasileira de Letras e da Academia das Ciências de Lisboa e galardoada em 2004 com o prémio literário Camões.

Em 1950 fixou residência na cidade do Porto, onde escreveu a sua obra mais conhecida, A Sibila (1954), com a qual se impôs como uma das mais importantes representantes da ficção literária portuguesa contemporânea.

Vários dos seus romances foram levados às telas de cinema, em adaptações realizadas por Manoel de Oliveira. Escreveu peças de teatro e guiões para a televisão, tendo o seu romance As Fúrias sido adaptado para teatro e encenado por Filipe La Féria, no Teatro Nacional Dona Maria II.

Agustina Bessa Luís faleceu em 2019, com 96 anos.

"Agustina Bessa-Luís, recebeste (de quem?) o dom da palavra e com ele ofereceste, a todos e para sempre, a emoção estética da vida, simplesmente escrita, total e plenamente possível.”              

 - Maria Helena Padrão

Setor Multimédia

Cinema – Daniel Jacob Radcliffe


Ator britânico, nascido em Londres, em 1989, conhecido internacionalmente por interpretar a personagem principal na série de filmes da saga Harry Potter, escrita por J. K. Rowling. Estreou-se aos 10 anos no filme David Copperfield e atuou no primeiro filme da saga Harry Potter aos 11 anos. Desenvolveu a sua carreira como ator a partir de 2007, ao participar na peça de teatro Equus e no musical da Broadway How to Succeed in Business Without Really Trying. Seguiram-se A Mulher de Preto (2012), o documentário independente Versos de um Crime (2013), Victor Frankenstein (2015), Um Cadáver Para Sobreviver (2016), Truque de Mestre 2: O Segundo Ato (2016) e Imperium (2016).


Música – John Towner Williams

Compositor e maestro nascido em Long Island, EUA, em 1932, considerado um dos maiores compositores da história do cinema, tanto pelo volume da sua obra, como pela sua popularidade. Assinou quase todas as bandas sonoras dos filmes de Steven Spielberg, tais como os temas de Tubarão, Jurassic Park, A Lista de Schindler e E.T. – O Extraterrestre. Foi o autor das músicas de Guerra das Estrelas e de Indiana Jones, do cineasta George Lucas, bem como das bandas sonoras dos filmes da série Harry Potter.

A sua carreira conta com cerca de 112 prémios de 220 nomeações, entre as quais 51 nomeações aos Óscares.

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi