VISEU INVESTE 2021 vai reforçar resiliência do tecido económico e familiar

O Município de Viseu aprovou hoje, em reunião de Câmara, o Programa Municipal de Apoio à Economia e Famílias para o ano 2021 – Apoiar os Viseenses. Relançar a economia local e regional. O pacote de medidas proposto pela autarquia no VISEU INVESTE 2021 surge como resposta aos impactos da pandemia da COVID-19, que excederam em muito a esfera da Saúde Pública, inscrevendo-se de forma especialmente severa na desaceleração da economia, na destruição de emprego e na fragilização do tecido social.

“2021 continuará a ser um ano de particular necessidade de intervenção social e económica com vista à normalização da economia local e regional”, afirma o Presidente da Câmara Municipal de Viseu, António Almeida Henriques. A autarquia adota, assim, um conjunto importante de medidas de curto prazo destinadas a fazer face à presente conjuntura de crise social e económica.

O “VISEU INVESTE 2021” dirige-se aos cidadãos de Viseu e ao relançamento da atividade do tecido empresarial local e regional, através de um conjunto de medidas sistematizadas em três áreas temáticas: Primeiro os Viseenses – Para um Viseu solidário no contexto de crise social; Relançar a atividade económica – Para manter os rendimentos; Atrair novos investimentos – Para aumentar o emprego.

De entre as principais medidas hoje aprovadas, destacam-se o desconto de 20% do custo do consumo de água e de saneamento para as famílias, a isenção para microempresas e PME do pagamento total da Derrama, e o programa que prevê incentivos à fixação de comércio ou serviços na Rua Direita, que prevê, por exemplo, a atribuição de até 5 mil euros para a decoração de espaços comerciais. Acima de tudo, António Almeida Henriques salienta o incremento de uma “política fiscal amiga dos cidadãos, que permite uma poupança global de 8 milhões de euros para famílias e empresas viseenses”.

Consulte aqui o pacote de medidas do programa VISEU INVESTE 2021