Dispositivo Municipal de Combate a Incêndios com quatro dezenas de operacionais em permanência

Presidente da Câmara visitou esta segunda-feira corporações dos bombeiros Voluntários e Sapadores

O Presidente da Câmara Municipal, António Almeida Henriques, visitou esta segunda-feira, 15 de junho, as duas corporações de Bombeiros do Município, para lhes dar uma palavra de apoio e incentivo, agora que se aproxima a época de combate aos incêndios florestais.

Neste périplo dedicado à Proteção Civil, o autarca apresentou também o Dispositivo Municipal de Combate a Incêndios, que vai alocar, em permanência, cerca de 40 operacionais, entre Bombeiros voluntários e sapadores, e sapadores florestais.

A visita começou no quartel nos Bombeiros Voluntários, durante a qual António Almeida Henriques recordou o apoio contínuo e inequívoco desde que tomou posse em 2013.

“Para fazer face à quebra de receitas resultante do momento complexo que atravessamos, antecipámos a entrega de um apoio financeiro de 55 mil euros à Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Viseu”, lembrou o autarca, sublinhando que o que estava em causa era garantir “as condições necessárias para a corporação efetuar o seu trabalho”.

Nos últimos 7 anos, o apoio do Município aos Bombeiros Voluntários já ultrapassou os 650 mil euros.

Já no quartel dos Bombeiros Municipais Sapadores, junto ao Aeródromo, o Presidente da Câmara elogiou o Serviço Municipal de Proteção Civil “bem qualificado”, assim como o “competente” Corpo de Bombeiros Sapadores.

“Hoje visito simbolicamente estes operacionais para lhes demonstrar o meu total apoio e pedir-lhes que tenham sempre como prioridade a segurança, a deles e a da população que servem”, observou, adiantando que “depois, se as condições o permitirem, procuraremos diminuir o número de ignições, reduzir a área ardida, o número de reacendimentos e garantir a permanente monitorização, coordenação, comando, controlo e comunicação”.

Almeida Henriques destacou ainda o investimento do Município na Proteção Civil, ao longo dos últimos 7 anos, nomeadamente em matéria de recursos humanos. “Relembro que esta é a terceira vez, desde 2014, que fazemos reforço do Corpo de Bombeiros Sapadores: 7 em 2015, mais 12 em 2018 e teremos mais 12 em 2020)”.

A par disso, o Município fez “um enorme esforço para cumprir as suas obrigações e dar o exemplo na prevenção dos incêndios”, com uma verba anual de aproximadamente 400 mil euros alocada à gestão do combustível.

O Dispositivo Municipal de Combate a Incêndios conta em permanência com uma força de 12 Bombeiros Sapadores, 17 Bombeiros Voluntários e 10 Sapadores Florestais.

A visita do Presidente da Câmara terminou no Aeródromo Municipal, onde entregou uma nova viatura de apoio operacional, que resultou de um investimento na ordem dos 40 mil euros.