Águas de Viseu soma mais de 47 mil clientes

Campanha de regularização de ligações ilegais chegou ao fim. Segue-se agora a fiscalização no terreno por ligações ilegais ainda ativas

Iniciada em 2014, a campanha de combate e regularização de ligações ilegais de água e saneamento, levada a cabo pela Águas de Viseu, chegou ao fim, e somou 5500 novos clientes. Globalmente, são agora mais de 47 mil os munícipes que beneficiam dos sistemas públicos de saneamento e abastecimento de água em Viseu.

Para o Presidente da Câmara Municipal de Viseu, Almeida Henriques, esta política “é um ato de boa gestão, de justiça social e de defesa da saúde pública e do meio ambiente”. "O sucesso desta campanha representou mais um importante passo em frente na sustentabilidade do concelho, não só ao nível da proteção ambiental, mas também da própria sustentabilidade dos recursos”, salientou o autarca.

Após a fase de sensibilização, a Águas de Viseu tem já no terreno uma ação de fiscalização efetiva para detetar ligações clandestinas que continuem ainda ativas.

Atualmente, alguns proprietários foram já notificados por uso indevido dos sistemas públicos de água e saneamento, que serão puníveis com coimas entre os 1500 e 3740 euros, no caso de pessoas singulares, e entre os 7500 e os 44 890 euros, no caso de pessoas coletivas. “Só assim é possível proteger a saúde pública e o meio-ambiente, e garantir a viabilidade a baixo preço da Águas de Viseu”, defende o autarca.

Para além do impacto ambiental positivo, o crescimento do número de clientes contribui para dar continuidade à defesa da política de preço acessível da água, nomeadamente com a redução das tarifas a famílias carenciadas e numerosas.

O autarca lembrou que “esta política social e de qualidade são fruto de uma boa gestão. Não é possível praticar um tarifário social, nem realizar investimentos como este, sem uma gestão rigorosa e eficiente”.