“Reabilitar para Arrendar” entrega amanhã habitações no Centro Histórico de Viseu e apresenta nova linha de financiamento

 

Visita às habitações terá lugar a partir das 16h, com o Presidente da Câmara e o Secretário de Estado Adjunto e do Ambiente 

Tem lugar amanhã, sexta-feira, 14 de outubro, a partir das 16 horas (ver programa abaixo) a entrega simbólica das chaves de novas habitações de arrendamento no Centro Histórico de Viseu, na rua Direita e na travessa das Escadinhas da Sé, reabilitadas pelo Município no âmbito do programa “Reabilitar para Arrendar”.

Participam nste ato, realizado no âmbito de uma visita às obras já concluídas nas habitações e a alguns dos espaços comerciais, o Presidente da Câmara Municipal de Viseu, Almeida Henriques, e o Secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, José Mendes.

Das 18 novas habitações disponibilizadas no Centro Histórico, em regime de arrendamento e a preços condicionados, 14 estão já atribuídas a jovens famílias, grande parte das quais já instaladas. Parte das famílias receberão nesta visita as chaves dos apartamentos. Nesta operação de reabilitação, o Município investiu 1,5 milhões de euros, contando com o financiamento a título de empréstimo do “Reabilitar para Arrendar”. As demais quatro habitações encontram-se em fase de atribuição, por concurso.

Após a visita, terá lugar uma sessão de apresentação e esclarecimento da nova linha de financiamento do programa “Reabilitar para Arrendar – Habitação Acessível”, pelas 18 horas, na Associação Comercial do Distrito de Viseu, sendo celebrado um acordo de cooperação entre o Município de Viseu e o Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana no âmbito da promoção deste programa.

O “Reabilitar para Arrendar – Habitação Acessível” disponibiliza uma nova linha de financiamento de 50 milhões de euros para investimentos públicos ou privados de reabilitação de edifícios com idade igual ou superior a 30 anos, com vocação habitacional para arrendamento, que configura uma oportunidade de estímulo importante à regeneração do edificado e ao repovoamento do Centro Histórico de Viseu.