Câmara de Viseu aprova meio milhão de euros em novos contratos para atividades desportivas e sénior
 

Executivo aprovou hoje instituição do Prémio de Poesia Judith Teixeira

A Câmara Municipal de Viseu aprovou esta quinta-feira, 5 de maio, contratos-programa de meio milhão de euros para fomento do desenvolvimento desportivo e da “Atividade Sénior” no concelho.

No âmbito do “Programa de Desenvolvimento Desportivo”, foram aprovados 30 novos contratos com clubes e associações desportivas, num investimento de 430 mil euros, a que acrescerá o valor relativo a isenção de taxas de utilização e à manutenção de recintos desportivos municipais. Neste âmbito, encontra-se o financiamento de 126 mil euros para a instalação do relvado sintético para o novo campo de futebol de 11 do complexo desportivo do FC de Ranhados.

Considerando os contratos já celebrados com o Académico de Viseu, o Viseu 2001 e o Lusitano de Vildemoinhos, o investimento municipal no tecido e nas atividades de clubes e associações desportivas ascende a 1 milhão de euros.

Segundo o Vice-Presidente da Câmara, Joaquim Seixas, “este investimento traduz a aposta municipal na qualificação, diversidade e cobertura territorial da oferta desportiva no concelho. É um investimento na qualidade de vida e na igualdade de acesso territorial, social e de género”.

Nos contratos-programa aprovados é apoiado tanto o desporto federado como o desporto não federado, a formação desportiva de crianças e jovens, a organização de eventos, e atletas de alto rendimento e jovens promessas.

Na reunião de Câmara foi também aprovada a celebração de protocolos com mais 21 parceiros locais da “Atividade Sénior” que permitem garantir o acesso territorial integral no concelho à programação de atividade física para os munícipes acima dos 55 anos. Os contratos aprovados representam 37 mil euros, sendo o financiamento municipal global no projeto de 100 mil euros.

“Com este investimento, a ‘Atividade Sénior’ chega às 25 freguesias do concelho, com um número recorde de participantes e com a garantia de uma oferta de qualidade”, assinalou Joaquim Seixas.

A Câmara Municipal de Viseu deliberou também hoje a instituição do Prémio de Poesia Judith Teixeira, numa iniciativa em parceria com a editora Edições Esgotadas. Este prémio literário destina-se a galardoar, bienalmente, uma obra de poesia escrita em língua portuguesa, homenageando simultaneamente a vida e obra da escritora nascida em Viseu em 1880 e falecida em Lisboa a 1959. O prémio terá o valor pecuniário de 3000 euros.

Para o Vice-Presidente da Câmara, “com esta iniciativa, o Município valoriza um nome relevante da literatura modernista portuguesa com raízes em Viseu e abre mais uma via de apoio à criação literária”.

Entre as deliberações efetuadas, foi ainda aprovada a cedência da Casa n.º 83 do Bairro Municipal (“Bairro da Cadeia”) à associação cívica e cultural “O BAIRRO”, tendo em vista a instalação da entidade e o desenvolvimento de atividades culturais, sociais e recreativas no âmbito do Bairro Municipal, da sua comunidade, património e história.

A Câmara aprovou também a renovação do apoio municipal ao projeto “Café Memória”, no âmbito da sensibilização e formação local para a doença do Alzheimer, com um financiamento de 1750 euros.