Viseu vai receber Comando Regional de Proteção Civil

Ministro da Administração Interna anunciou em Viseu novas valências para o Aeródromo Municipal, que poderá vir a ter importância nacional no domínio da Proteção Civil

O Município de Viseu congratula-se com o anúncio feito pelo Ministro da Administração Interna de que Viseu receberá um dos cinco centros regionais da proteção civil do País. Viseu torna-se, assim, o terceiro comando regional a ser anunciado, depois de o Governo ter dado a conhecer o de Almeirim para o comando de Lisboa e Vale do Tejo e, em Loulé, para a coordenação do Algarve, ficando a faltar conhecer ainda o local de dois centros operacionais.

O facto de ter uma localização privilegiada e ser já um polo significativo de resposta aérea foram alguns dos argumentos avançados pelo Ministro Eduardo Cabrita para justificar o Aeródromo Municipal Gonçalves Lobato como “o local adequado” para a instalação do comando de proteção civil de toda a Região Centro.

“O nosso aeródromo municipal é hoje uma infraestrutura atrativa e bem preparada, no sentido de radicar mais serviços de socorro e de proteção civil, para além de atividades económicas”, entende o Presidente da Câmara Municipal, António Almeida Henriques, sublinhando a certificação desta infraestrutura “com nota máxima”, pela ANAC.

Para além do comando regional, o Município de Viseu está disposto a assumir maiores responsabilidades no domínio da Proteção Civil, tendo manifestado ao Ministro da Administração Interna disponibilidade para acolher a redundância ao Comando Nacional de Proteção Civil (CNOS).

Na visita desta segunda-feira a Viseu, Eduardo Cabrita ficou a conhecer o projeto desenvolvido para a instalação no Aeródromo do CDOS + CNOS alternativo, que será já atualizado de acordo com as orientações da Autoridade Nacional de Proteção Civil.

António Almeida Henriques garante que o Município está “disponível para continuar a qualificar o aeródromo, que tem um papel com muito potencial no quadro da cidade-região”, desde que o Estado Central acompanhe esse esforço.

Para o efeito, o Ministro da Administração Interna foi sensibilizado para a importância da construção de três hangares de apoio a toda a estrutura de Proteção Civil, incluindo o INEM, cuja aeronave está a atuar a partir de Viseu.

O Município de Viseu congratula-se, por outro lado, com a garantia dada pelo Ministro da Interna do reforço de efetivos nos comandos distritais da PSP e GNR.