Câmara de Viseu aprova Programa de Apoio ao Desporto e à Atividade Física

Com uma dotação global de 1,5 milhões de euros, Programa assenta num novo conceito. Viseu no pódio dos Municípios que mais investem no Desporto 

O Executivo Municipal aprovou por unanimidade, esta quinta-feira, 29 de novembro, o Programa de Apoio ao Desporto e à Atividade Física para o biénio de 2019-2020.

Com uma dotação global de 1,5 milhões de euros, este Programa apresenta um novo conceito, pois além de ser um programa de apoio ao associativismo desportivo, abre a possibilidade de candidaturas de outras entidades fora do setor associativo.

“Logo atrás de Porto e Lisboa, a Câmara de Viseu é, a par de Famalicão, a que mais investe no apoio aos seus clubes desportivos. Apostamos muito no Desporto e reforçaremos o nível de apoios no próximo ano”, garante o Presidente da Câmara de Viseu, Almeida Henriques.

Estruturado em 3 eixos de apoio (Desporto e Atividade Física; Formação e Organização de Eventos e Atividade Pontuais; e Modernização e Autonomia Associativa) e 17 medidas, este novo Programa reflete a nova visão do Município ao nível da promoção da Atividade Física junto da população, vertida nas medidas de incentivo à criação de novos projetos dirigidos a 95% da população que não está abrangida pelo Desporto Federado. Reforça, assim, o apoio a projetos e eventos na área do desporto adaptado e inclusão ativa, ou seja, pretende valorizar a dimensão social do Desporto junto das minorias e, em simultâneo, alarga as oportunidades de acesso à prática desportiva.

Este Programa pretende ainda dar continuidade à promoção do desporto e atividade física no género feminino (entre 2014 e 2018, o número de atletas passou de 342 para 1199), à dinamização de projetos nas freguesias periurbanas e rurais do concelho e ao incentivo à formação académica e desportiva dos técnicos, reforçada com a criação de uma medida específica para a organização de congressos e atividades de formação.

Por último, reflete a importância que o Município dá ao seu setor associativo e ao trabalho em rede, numa visão mais comunitária de promoção da prática do desporto e atividade física pelos vários segmentos da população.