MUV BIKE

Em Viseu, vai ser sempre a pedalar!

Assista aqui à revolução da mobilidade do futuro.

Na “Melhor Cidade para Viver” vai ser criada a primeira rede urbana de ciclovias, o MUV Bike. Este projeto é uma das cinco componentes e ambições do novo sistema de mobilidade – MUV.

“Mobilidade Suave” é o termo que designa este projeto. E suave porquê? Porque é descomplicado, económico e mais ecológico!

A primeira fase da rede de ciclovias irá para o terreno brevemente e, até 2018, serão implementados seis quilómetros de pistas adequadas à circulação de bicicletas. Um investimento municipal de 350 mil euros, candidato aos fundos comunitários do Portugal 2020.

 

O QUE SERÁ ABRANGIDO NA PRIMEIRA FASE?

Nesta primeira parte, as ciclovias centrar-se-ão no centro da cidade, ligando importantes espaços e serviços públicos, de utilização diária e tráfego intensivo, entre si e ao Centro Histórico:

- Hospital de São Teotónio;

- Polos universitários: Universidade Católica e Instituto Politécnico de Viseu;

- Escola Secundária Alves Martins;

- Biblioteca Municipal;

- Espaços de estar e lazer: Parque do Fontelo, Parque Aquilino Ribeiro, radial de Santiago e Ecopista do Dão;

- Regimento de Infantaria nº14;

- Central Municipal de Transportes;

- Centro Histórico.

 

QUAIS OS TIPOS DE PISTAS A SEREM IMPLEMENTADAS?

Pistas comuns, onde automóveis e bicicletas partilham a mesma via (2 km)

Em apenas um sentido:

Zona Histórica

Rua 21 de Agosto

Nos dois sentidos:

Largo General Humberto Delgado

Rua Serrado

Avenida Alberto Sampaio

Rua D. António Alves Martins

 

 

Pistas partilhadas entre peões e bicicletas (2,5 km)

Avenida 25 de Abril

Avenida Infante D. Henrique

Rua Mendonça

Avenida 10 de Junho

Rua Padre Virgílio Lopes

Rua Dr. Luís Nava

Rua Aquilino Ribeiro

Rua Serrado e Avenida Rei D. Duarte

                                                                     Parque Aquilino Ribeiro

                                                                     Urbanização Quinta de Jugueiros

 

Pistas exclusivas a bicicletas (1,2 km)

 

Avenida António José de Almeida

Avenida Infante D. Henrique

Avenida Regimento de Infantaria nº14

Rua Major Leopoldo da Silva

Praça da República

Avenida da Europa

 

 

 

 

 

O QUE MUDA COM O MUV BIKE?

Em primeiro lugar, pretende-se que a rede de ciclovias seja o início de uma transformação de hábitos para estilos de vida mais saudáveis, onde o andar a pé e o circular de bicicleta serão modos de deslocação e transporte válidos e privilegiados, em detrimento do automóvel.

Para a concretização da rede de ciclovias serão também efetuadas algumas alterações nas vias e artérias da cidade e, consequentemente, nos comportamentos de mobilidade dos viseenses:

- Algumas ruas, vias e passeios serão reperfilados, de modo a receber as novas pistas;

- A sinalização horizontal e vertical será reforçada, assim como a vigilância e o policiamento, nomeadamente sobre o estacionamento ilegal;

- Nas vias partilhadas por automóveis e bicicletas, a velocidade máxima de tráfego será reduzida para 30 km/h, garantindo a segurança da circulação de ambos os utilizadores;

A acompanhar estas mudanças, o Município não esquece as exigências que derivam de um projeto como este. À parte das pistas, os viseenses e os visitantes terão à disposição pontos de aparcamentos para os seus veículos de duas rodas e de bike sharing.

No futuro, o Município prevê alargar a rede de ciclovias urbanas à periferia, num total de 66 quilómetros. O perímetro da circunvalação será a próxima fase e a terceira e última, a extensão das ciclovias a algumas das freguesias do concelho, nomeadamente Abraveses, Campo, Repeses e São Salvador, Rio de Loba e Ranhados.