Estaleiro-Escola nasce em Viseu
Cooperação institucional é firmada nos Paços do Concelho

Tem lugar esta quarta-feira, pelas 15 horas, nos Paços do Concelho, o ato público de assinatura do protocolo de cooperação institucional entre o Município de Viseu, a Universidade Católica Portuguesa, o GECORPA – Grémio do Património e a Associação Empresarial da Região de Viseu (AIRV), tendo em vista a criação do “Viseu Estaleiro-Escola.

O contrato será celebrado entre o Presidente da Câmara Municipal de Viseu, Almeida Henriques, a Vice-reitora da Universidade Católica Portuguesa, Isabel Maria Gil, o Presidente do GECORPA, Vítor Coias, e o Presidente da AIRV, João Cotta.

O “Viseu Estaleiro-escola” traz a Portugal um conceito de formação profissional alternativa e de laboratório aplicado, voltado para a reabilitação de património em contexto real, sendo destinado a jovens interessados num percurso profissionalizante, desempregados e quadros de empresas na área da construção. Deverá estar no terreno já no próximo ano. Nos projetos que serão desenvolvidos, intervirão também estudantes do ensino superior nos domínios da arquitetura e da reabilitação.

O projeto, pioneiro no país, ambiciona criar uma nova oferta de formação de competências nos domínios da reabilitação do património edificado, contribuindo ao mesmo tempo para o reforço da dinâmica de regeneração do centro histórico de Viseu. A atividade deste centro de formação privilegiará ainda a intervenção em edifícios habitacionais para fins sociais, em zonas rurais do concelho.

A coordenação científica e técnica do “Viseu Estaleiro-Escola” será assegurada pela Universidade Católica Portuguesa e pelo GECORPA. O projeto será candidatado a financiamento comunitário do novo QREN, que vigorará entre 2014 e 2020.