VISEU PÕE EM MARCHA “PLANO DE AÇÃO” PARA A VALORIZAÇÃO DO PATRIMÓNIO CULTURAL

 

O Município de Viseu inicia a 16 de fevereiro de 2016 o “Plano de Ação VISEU PATRIMÓNIO 2016 - 2024”.

A iniciativa, composta por diversas fases de intervenção durante 8 anos, tem em vista o conhecimento, a proteção e a valorização do património cultural, material e imaterial, da cidade e da sua história profundamente ligada à ideia de nacionalidade.

Nesta página pode conhecer não só o plano de ação, mas também as principais conclusões e recomendações do “grupo de reflexão”, criado em Abril de 2015 pelo Presidente da Câmara Municipal, para avaliar as condições de Viseu numa candidatura a “Património da Humanidade” da UNESCO e recomendar uma estratégia de valorização patrimonial da cidade.

 

Dossiê de apresentação “VISEU PATRIMÓNIO” – 1ª fase do plano de ação – 16 Fevereiro 2016 

Principais conclusões do Grupo de Trabalho “VISEU PATRIMÓNIO” – Novembro 2015 

 

POLO ARQUEOLÓGICO DE VISEU

Instalado na Casa do Miradouro, um edifício histórico da cidade, o Polo Arqueológico de Viseu agrega a atual Coleção Arqueológica José Coelho, a reserva arqueológica, o gabinete de apoio à investigação e acolhimento de investigadores, o centro de documentação e biblioteca especializada e o serviço de mediação e educação patrimonial.

Este Polo assegurará também outras valências relevantes tais como o aconselhamento e acompanhamento especializado de intervenções arqueológicas, nomeadamente de iniciativa municipal, e um plano de valorização museológica, integrado no projeto do Museu de História da Cidade.

No âmbito da missão deste serviço prevê-se a dinamização de uma agenda municipal de investigação, que será enquadrada no programa municipal VISEU PATRIMÓNIO, atualização do inventário de património arqueológico de Viseu, associado à Carta Patrimonial concelhia.

Regulamento do Polo Arqueológico de Viseu