Aprovados mais de 1,2 milhões de euros para refeições escolares

Em reunião do Executivo Municipal, realizada ontem, dia 6 de fevereiro, foi aprovada a adjudicação de refeições escolares para o presente ano letivo, assim como a Minuta de Contrato, por um valor superior a 1,2 milhões de euros.

Partindo de uma previsão de 3100 alunos, e da necessidade de assegurar o fornecimento de refeições escolares durante os dias úteis letivos, as interrupções letivas e a transição de ano letivo, estimam-se necessárias 620 mil refeições.

“Não entendemos este valor como uma despesa, mas sim como um investimento. Estamos a investir na saúde das nossas crianças”, observa o Presidente da Câmara Municipal, António Almeida Henriques.

O fornecimento de refeições nos estabelecimentos de ensino visa assegurar uma alimentação equilibrada e adequada às necessidades da população escolar, segundo os princípios dietéticos preconizados pelas normas de alimentação definidas pelo Ministério da Educação, e com a observância das normas gerais de higiene e segurança alimentar a que estão sujeitos os géneros alimentícios.

As ementas são elaboradas por uma nutricionista da empresa adjudicatária, sendo entregues semanalmente nas escolas e jardins de infância do concelho