O Município de Viseu, através do seu Pelouro do Desporto, elegeu como prioridade a promoção para a Atividade Física e a melhoria dos níveis de saúde da população, pretendendo implementar, em parceria com todos os setores da sociedade, uma Estratégia de elaboração de um plano municipal de promoção da atividade física no concelho de Viseu, denominado Viseu Ativo, partilhando a visão de “tornar cada Viseense um cidadão mais ativo, mais saudável e, consequentemente, mais feliz”. 

No “melhor concelho para viver e envelhecer”, o programa ATIVIDADE SÉNIOR assume-se como fundamental na melhoria da qualidade de vida dos nossos cidadãos, traduzida na sua perceção de bem-estar, na sua aptidão física, no potencial de sociabilização e combate à exclusão, na manutenção dos níveis de independência ao longo dos anos e, como resultado, na elevação dos níveis de felicidade de cada um. 

A edição de 2019 encerrou com 103 instituições envolvidas e mais de 2600 participantes inscritos, números que refletem bem o impacto social que o programa assume na comunidade viseense, fruto, também, das mais de 12.000 “horas” de atividades regulares, complementares, pontuais, de sensibilização e avaliação ao longo do ano. 

Para 2020 queremos convidá-lo(a) a celebrar/renovar o seu “compromisso com a vida” através da sua inscrição no programa ATIVIDADE SÉNIOR. Queremos continuar a aumentar o número de munícipes inscritos no programa, mas queremos também estimulá-lo para aumentar a sua frequência semanal de atividades, através da realização de, pelo menos, 150 minutos de atividade semanal, indo ao encontro das recomendações de Atividade Física da Organização Mundial de Saúde. 

Neste sentido, resolvemos uniformizar as taxas únicas de inscrição que passarão a ser de apenas 25€ para todos os participantes, independentemente de estar inscrito em grupos de 2 ou 3 aulas semanais. Vamos, também, estimular a descentralização das Atividades Complementares, principalmente da Dança, Yoga, Boccia e Pilates, sempre que a procura o justifique. 

Este é o compromisso que queremos assumir com todos os participantes: criar as oportunidades e condições necessárias para que cada um, independentemente dos fatores sociais, económicos, geográficos ou demográficos, possa ser mais ativo e, com isso, mais saudável e mais feliz.

 

ATIVIDADES E OBJETIVOS

O programa encontra-se organizado em 6 Eixos estratégicos:

 

1- Atividades Regulares:

É o centro do programa e visa a participação em aulas orientadas por Técnicos de Exercício Físico. Caracteriza-se por ter a duração de 10 meses e uma frequência semanal de:

- 2 a 3 vezes, em aulas de 50 minutos, nos grupos independentes, permitindo que uma dessas aulas semanais possa ser de hidroginástica;

- 3 a 4 vezes, em aulas de 30 minutos, nos grupos dependentes.

Os grupos em atividade encontram-se organizados em função dos níveis de aptidão física dos participantes, sendo que, no ato de inscrição podem optar por inserir-se num grupo de “muito ativos”, “ativos”, “menos funcionais” ou “frágeis/muito frágeis”, correspondendo este último a grupos de Lares Residenciais/Centros de Dia e com grandes dificuldades de mobilidade. Esta distribuição e organização dos grupos vem no sentido de promover uma maior homogeneização dos participantes, potenciando os efeitos da aula e permitindo uma maior adequação no ato de planificação pelos técnicos.

Numa parceria com o ACES Dão Lafões, designadamente pela sua Unidade Coordenadora Funcional da Diabetes, foi ainda criado um grupo específico para pessoas com Diabetes tipo 2, que além do acompanhamento de um Técnico com formação específica nesta área, tem ainda o acompanhamento regular dos profissionais de saúde.

 

2- Atividades Complementares:

Visam aumentar a diversidade de oferta do programa, os níveis de prática semanal e o número de interações sociais, numa perspetiva de ocupação saudável dos tempos livres, procurando também captar novos públicos. As atividades desenvolvidas são a Dança, Atletismo, Yoga, Boccia, Pilates e Walking Football.

As Atividades deste eixo de intervenção iniciam a 16 de março podendo consultar aqui todas as informações sobre locais, dias e horários das atividades.

Pode ainda fazer aqui o download da ficha de inscrição.

 

3- Atividades Pontuais:

Visam estimular, de forma ativa, a dimensão social do programa, com base na organização de atividades que promovam a interação entre os grupos. Este objetivo é alcançado, também, através da promoção da participação em atividades que decorram anualmente no concelho, e do apoio a atividades programadas pelos Promotores Locais e Técnicos. Este eixo permite melhorar os níveis de notoriedade e reforço dos valores positivos do Atividade Sénior junto dos parceiros e opinião pública.

 

4- Ações de sensibilização e formação:

Ao longo do ano de programação, são organizadas cerca de 70 ações de sensibilização descentralizadas, nas áreas da Educação para a Saúde, Defesa do Consumidor, Promoção da Atividade Física e Alzheimer/Diagnóstico Precoce, entre outros temas, fruto das parcerias com a Beira Amiga, Centro de Apoio Alzheimer de Viseu, Escola Superior Agrária de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu, Escola Superior de Saúde Jean Piaget, UCC Viseu, UCC Viseense e Instituto de Ciências da Saúde | Universidade Católica Portuguesa - Pólo de Viseu.

 

5- Avaliação dos Participantes:

A avaliação é realizada com base num Paradigma Biopsicossocial do envelhecimento, refletindo os objetivos de identificação multidimensional do risco de perda funcional e autonomia, assim como de prescrição e monitorização do programa de intervenção.

A avaliação multidimensional consiste na monitorização de variáveis decorrentes da perceção de saúde e das limitações físicas-funcionais na execução das atividades de vida diária, bem-estar sentido e expectativas em relação ao exercício físico. Além disso, o processo de monitorização observa diretamente variáveis biofuncionais como a aptidão física-funcional, o equilíbrio, a mobilidade funcional, o risco de queda e perfil antropométrico. Também se identifica o risco de desenvolvimento de Diabetes Mellitus Tipo 2.

Desde 2016, o Atividade Sénior conta com a parceria da Universidade Católica Portuguesa – Pólo de Viseu, assim como do laboratório SalivaTec. Este tem experiência na medição de marcadores de inflamação em saliva baseados em técnicas de colheita mais simples e seguras quando comparadas com a análise sanguínea. O Departamento de Ciências da Saúde da UCP tem as competências no âmbito da saúde oral para fazer a avaliação dos utentes do programa.

 

6- Formação dos Técnicos:

A formação dos técnicos prevê atividades com dinâmicas formativas centradas numa prática reflexiva e de participação crítica, em coerência com a matriz de competências para do Técnico. Também as temáticas técnico-científicas, emergentes das necessidades que os TEF consideram pertinentes, se refletem na robustez do programa Atividade Sénior. No plano de formação destaca-se a organização anual do Congresso de Envelhecimento Ativo: Atividade Física e Saúde.

  

DOCUMENTOS ÚTEIS 

Participantes

- Ficha de Inscrição

- Anexo Ficha de Inscrição

 

Promotores Locais

Formulário de candidatura a promotor local

Manual do promotor local 

 

ESCLAREÇA AS SUAS QUESTÕES

- Junto dos promotores locais ou das Juntas de Freguesia da sua área de residência;

- Com a Divisão de Desporto e Juventude, através dos emails Este endereçod e email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. e Este endereçod e email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar., dos telefones 232 411 359 e 964 334 114, ou presencialmente, no Pavilhão Cidade de Viseu