Município de Viseu reforça investimentos da Proteção Civil nas Freguesias rurais

 

O Município de Viseu aprovou hoje, em reunião de Câmara, a segunda fase de apoios às Freguesias do concelho, com vista a garantir e a assegurar o papel preponderante das Juntas de Freguesia na Proteção Civil. O Executivo aprovou um conjunto de protocolos, com um valor aproximado de 247 mil euros, que reforçam a capacidade das Freguesias colaborarem ativamente com o Município na gestão das redes de faixas de gestão de combustível. 

Assim, e no âmbito do VISEU RURAL, serão agora distribuídos pelas Juntas de Freguesia de Calde, Lordosa, São Cipriano e Vil de Souto, Barreiros e Cepões, Boa Aldeia, Farminhão e Torredeita, e São João de Lourosa, diversos conjuntos de tratores e equipamentos adequados, num investimento superior a meio milhão de euros. Tal como tinha acontecido com os equipamentos protocolados anteriormente com outras Juntas de Freguesia, no valor de 318 mil euros, também agora, sempre que houver ações coordenadas pelo Serviço Municipal de Proteção Civil, as Juntas de Freguesia beneficiárias destes equipamentos ficam obrigadas a disponibilizá-los em prol da comunidade.

Ainda relativamente aos investimentos nas freguesias, foi aprovado com a Freguesia do Campo um protocolo de delegação de competências que ascende os 50 mil euros, com vista à execução da empreitada de saneamento básico na Rua da Cal e Rua das Lavadeiras em Vila Nova do Campo. Esta é uma obra essencial para assegurar uma prioridade deste executivo que é a garantia de que todo o concelho está munido de cobertura das redes de saneamento e água. 

Na ordem de assuntos da reunião, esteve ainda a aprovação da adjudicação da empreitada da ETAR de Gumiei. Uma obra de 188 mil euros, levada a cabo pelas Águas de Viseu, que garante um novo passo no caminho da sustentabilidade ambiental. 

Juntam-se a estes investimentos, a celebração de um protocolo de delegação de competências, de 97 mil euros, com a Freguesia de Bodiosa, com vista à execução da obra de alargamento e pavimentação da Rua da Chã, entre Oliveira de Baixo e Oliveira de Cima. 

A celebração de um protocolo com a Freguesia de Côta para a realização de aulas de Informática direcionadas aos seniores foi também aprovada. O objetivo passa por ocupar os tempos livres dos seniores e estimular as suas capacidades de inserção na sociedade. 

Na área educativa, foi ainda aberto o procedimento concursal para o fornecimento contínuo de lanches escolares para as Escolas do Ensino Básico do concelho de Viseu, no valor de 748 mil euros, para o próximo ano letivo. Foi também aprovada a 2ª fase da lista provisória das bolsas de estudo. Concluída esta fase, o Município apoiará este ano letivo, com uma bolsa de valor anual máximo de 900 euros, 17 alunos de famílias numerosas e 39 bolsas para alunos de famílias carenciadas.

Por fim, aprovou-se a atribuição ao Engenheiro José Pais Sousa da Medalha Municipal de Mérito, pelo seu exemplo de dedicação ao desenvolvimento do concelho. A entrega da condecoração decorrerá, como habitualmente, no dia do Município, a 21 de setembro.